Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Fevereiro 22 2011

 

 LILIANA JOSUÉ - AMAR AMAR PERDIDAMENTE

 

TEMA DO ENCONTRO NO VÁ-VÁ DIA 12 DE FEVEREIRO

 

AMAR AMAR PERDIDAMENTE

 

Amar cansa, transtorna, enlouquece

Altera a pacatez das nossas vidas

No olhar a chama acende, a alma aquece

Os dias ganhos, as noites perdidas

 

Sente-se a tempestade dos sentidos

O fervilhar das emoções nas veias

O que era escuro brilha em coloridos

As ânsias crescem como vastas teias

 

Amar a sério é sentir loucura

Largar o certo em troca da aventura

E perder mão da nossa própria mente

 

Assim e totalmente em meu direito

Acento desde já neste preceito

De não querer amar perdidamente

 

12/02/2011

 

LILIANA JOSUÉ

publicado por cantaresdoespirito às 01:07

Janeiro 04 2011

Antes de mais gostaria de desejar a todos os estimados sócios um novo ano repleto de saúde paz e amor.

 

Seguidamente deixo aqui a informação de que se realizará no próximo Sábado, dia 8 de Janeiro de 2011, na pastelaria Vá Vá o nosso habitual encontro mensal.

 

O tema para a sessão será livre.

 

Conto com todos vocês para reiniciarmos o novo ciclo poético da nossa tão querida Associação Portuguesa de Poetas.

 

Os meus amigáveis cumprimentos

 

Liliana Josué                       

publicado por cantaresdoespirito às 18:56

Dezembro 18 2010

(Ao livro "Eu Hei-de Amar uma Pedra")

 

Tantas fotografias
espalhadas neste livro.
Como pesam as memórias…
como confias no papel
(crivo de lembranças).
As histórias avolumam-se
em imagens esfumadas…
talvez a preto e branco…
e tu génio da escrita
um pouco
louco
nesse triste olhar azul
queres salvar a todo o custo
o teu passado
numa angústia maldita.

 

Tantas fotografias espalhadas neste livro…

 

LILIANA JOSUÉ

publicado por cantaresdoespirito às 20:49

Dezembro 18 2010

Turvo, turvo, turvo… .
Janelas embaciadas de medo
catástrofes mentais
mais, mais, mais
confusas.
Tempo emaranhado e curvo
numa espiral de sentidos
perdidos, perdidos, perdidos… .
Atmosfera angustiada por tantos vultos
emergindo do vácuo.
Pétalas secas
raízes ocas
em corpos ocultos na nostalgia
do fogo fátuo
liberto na amorfa falta de energia.
Fuga, fuga, fuga
à vontade de felicidade.

 

LILIANA JOSUÉ

publicado por cantaresdoespirito às 20:43

Outubro 27 2010

 

Não quero escritos intimistas

não quero o papel crivado de “eus”

mas soltar-me de tais amarras

opressoras, individualistas

que me asfixiam com os seus egocentrismos.

Vou ser alguém liberta disso tudo

solta de todos os sufocantes egoísmos

do meu ego

e nego

a mim própria

qualquer retrocesso de pensamento

ou atitude

e vou abraçar o mundo

no seu movimento inconsciente

onde a virtude está precisamente

no seu rodar mudo.

Mas também sei que no seu “livre” rolar

eu vou lá estar

sempre presente.

 

Mas...voltei novamente ao meu egocentrismo.

 

Liliana Josué

 

publicado por cantaresdoespirito às 18:35

Outubro 27 2010

Cheira a café

do antigo

daquele de cafeteira ao lume

no fundo borra, pé.

Sigo o aroma, deslizo pela janela

e nela solto pensamentos.

O gume aguçado do brilho

das suas lâminas

retraçam minha carne.

Persigo o cheiro teimosamente

café antigo

com borra e pé.

Corto o atilho que nervosamente

se enrola na garganta

só quero o cheiro do café!

 

Liliana Josué

publicado por cantaresdoespirito às 18:30

Setembro 08 2010

 

Não quero escritos intimistas

não quero o papel crivado de “eus”

mas soltar-me de tais amarras

opressoras, individualistas

que me asfixiam com os seus egocentrismos.

Vou ser alguém liberta disso tudo

solta de todos os sufocantes egoísmos

do meu ego

e nego

a mim própria

qualquer retrocesso de pensamento

ou atitude

e vou abraçar o mundo

no seu movimento inconsciente

onde a virtude está precisamente

no seu rodar mudo.

Mas também sei que no seu “livre” rolar

eu vou lá estar

sempre presente.

 

Mas...voltei novamente ao meu egocentrismo.

 

Liliana Josué

 

publicado por cantaresdoespirito às 23:23

Setembro 08 2010

 

penhascos Altos

Horizontes lívidos

Esperança sem.

Antepassados mortos

Pelos Cascos do tempo.

Choro contigo -os

não desconsolo da Vida

Neste fadário de Caminhos

estreitos e tortos .

Contigo ajoelho e his no Orações

Descoberto de peito , ao Vento

Meu com pétalas de Rosário e espinhos .

Já Pouco Gostar sei.

Num derradeiro Impulso

um aperto Tua Mão .

Num Olhar Espesso

Meu gesto entendes o

e uma sombra carregada ... Cresce medra .

Sabemos Ambos

Que nsa Proibida É A Felicidade .

E Neste espanto resignado

Nossas Vozes erguemos

e gritamos em uníssono tom cansado :

- então ...

eu hei -de amar Uma pedra .

 

Liliana Josué

 

publicado por cantaresdoespirito às 23:08

Agosto 11 2010

Luz, cigarras, calor

corpos deitados

sob árvores frondosas

em beijos de amor.

Terra áspera, ressequida

em estrias de sede

silêncio povoado de cansaço

transpiração escorrida.

Gira-sois de olhos castanhos

e cabelos amarelos

em oração peregrina

numa contorção de engenho.

Pássaros de bico cansado

asas brilhantes paradas

espreitando a migalha

no chão quente e transtornado.

 

Liliana Josué

 

publicado por cantaresdoespirito às 21:48

Agosto 11 2010

Tejo das tágides de outrora

musas de Bocage

sereias de marinheiro que chora

na melancolia que em si age.

Fluido azul, cor de saudade

lembranças de mocidade.

Tejo de ninfas etéreas

correndo em busca de amores

sobrevoando nuvens aéreas

ou saltitando entre espumas incolores.

Tejo, lençol de pura serenidade

cobrindo amores sem castidade.

Tejo de lendárias crenças

onde Camões acordou o Velho do Restelo

que em vão tentou impedir viagens imensas

de gentes do mar, avançando sem temê-lo.

Tejo, cama macia de barcaças que embaladas

seguiram rotas de esperanças imaginadas.

 

Liliana Josué

 

publicado por cantaresdoespirito às 21:43

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

blogs SAPO